Contabilidade Para Comércio: Entenda Como Funciona

Ao embarcar na grande aventura do comércio físico ou online, é vital manter suas contas com muito rigor. Isso torna possível cumprir todas as obrigações legais em todos os momentos, em particular no que diz respeito à declaração de impostos. Então, descubra como gerenciar as contas do seu comércio.

Todos os negociantes, não importa seu status ou porte, têm a obrigação de manter um registro de sua atividade. Na qualidade de sociedades inscritas no Registo Comercial, estão sujeitas ao cumprimento da forma normal ou simplificada.

As contas de um comércio devem ser estabelecidas de forma regular, fiel aos fatos e de boa fé. Por outro lado, cada comerciante deve controlar suas contas e fazer uma descrição de seus procedimentos contábeis e métodos de organização. Este deve indicar o seu funcionamento, os diversos intervenientes na preparação das contas, o sistema contabilístico utilizado (plano de contas, numeração, arquivo, etc.) e os processos instaurados.

Por fim, a contabilidade de uma empresa pode ser realizada pelo próprio comerciante ou delegada a uma contabilidade. Este último deve ser um membro da ordem dos revisores oficiais de contas. No entanto, dependendo do porte da empresa e de seu sistema contábil, os termos obrigatórios dessa contabilidade diferem.

QUAIS SÃO AS OBRIGAÇÕES DO COMÉRCIO?

As obrigações contábeis de um comerciante são diversas. Eles incluem registros de todas as entradas e saídas. Os comerciantes precisam ter uma conta bancária dedicada. Então, um inventário comercial é essencial pelo menos uma vez por ano.

Por outro lado, devem também elaborar uma demonstração de resultados e um balanço anuais no final de cada exercício. Em alguns casos, eles devem estabelecer faturas ou arquivar suas contas anuais com o escrivão do tribunal comercial.

Os principais documentos contábeis de uma empresa são uma primeira lista todos os movimentos em ordem cronológica e sua repartição de acordo com o plano de contas. Então, são necessárias várias informações para cada registro, em particular o documento contábil de referência.

A contabilidade de uma empresa inclui a preparação de contas anuais (ou contas sociais). Esses são os documentos contábeis de primeira ordem que incluem o balanço patrimonial e a demonstração de resultados. O primeiro estabelece o resumo anual dos ativos e passivos da empresa.

Por outro lado, o segundo diz respeito às receitas e despesas. Eles mostram o lucro líquido da empresa na forma de lucro ou prejuízo do exercício. Certos documentos devem ser anexados a esses dois documentos. Na maioria das vezes, são explicações sobre os métodos utilizados e suas possíveis modificações, bem como informações adicionais.

Quer seja pessoa física ou jurídica, o comerciante deve manter contas normais ou simplificadas.

Deve, portanto, respeitar as regras do plano de contas. Caso contrário, ele pode ser responsabilizado pela tributação automática sobre um lucro apurado pelas autoridades fiscais. Finalmente, dependendo do tamanho e do sistema contábil da empresa, as obrigações contábeis diferem.

CONTABILIDADE REGULAR DO COMÉRCIO

Um contador deve se manter regular, sincero e fiel à realidade das contas de negócios. Quer você faça suas contas de forma interna ou confie-a a um revisor oficial de contas, é obrigatório cumprir certas obrigações legais para realizar uma contabilidade fiel e sincera:

  1. Registro cronológico dos movimentos (compras, vendas, etc.) dos ativos da empresa
  2. Estabelecimento do faturamento
  3. Produção obrigatória de um inventário físico anual que pode ser regularizado ao longo do tempo
  4. Registro de contas anuais no final de cada financeiro ano (balanço, demonstração de resultados e anexo)
  5. Abertura de conta bancária
  6. Manutenção de todos os documentos, após o final de cada exercício e durante pelo menos 10 anos

OS DOCUMENTOS CONTÁBEIS

Existem vários documentos e registros contábeis com os quais é essencial se familiarizar o mais rápido possível. Estas são as contas anuais. De acordo com a lei, elas incluem:

  • O balanço que apresenta os ativos e passivos da empresa;
  • Em seguida, a demonstração do resultado que reúne as receitas (vendas, juros sobre o capital investido, etc.) e despesas (compras, salários, impostos, etc.);
  • Por fim, documentos contábeis obrigatórios.

Tem um comércio e precisa Regularizar? Entre em contato com a nossa contabilidade, iremos auxiliar você nesse processo e tirar todas as suas dúvidas!

A importância do Contador no seu Negócio

Por que o contador é tão importante nos negócios? Que papel eles desempenham dentro da organização? Qual é a sua  importância? Se você está se perguntando essas questões, este artigo é para você!

Você sabe, a criação de uma sociedade é gerada pela geração de lucros ou ganhos. No entanto, apenas os contadores podem fornecer os indicadores-chave necessários para saber se o volume de negócios ou as  receitas são superiores às  despesas e encargos. O cálculo das contas de um negócio e a escrituração são essenciais para a  boa gestão de qualquer negócio!

Embora o princípio continue simples de entender, identificar as áreas onde a empresa  ganha ou perde dinheiro não é tão fácil. E, acima de tudo exige muito  rigor. Portanto, também uma excelente gestão de contas. Obrigações estritas devem ser observadas para estar em acordo com a legislação em vigor.

Sem uma visão clara e precisa da sua contabilidade geral, é impossível ter um  negócio rentável e eficiente. Quem não sabe de onde vem não sabe para onde vai.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DO CONTADOR?

Quando bem conduzida, a escrituração permite determinar as atividades mais rentáveis, as menos rentáveis, as ações a serem continuadas, as que devem ser suspensas… Dando assim informações valiosas aos líderes e permitindo-lhes realizar decisões informadas para orientar sua estratégia.

O CONTADOR PERMITE UMA MELHOR GESTÃO DA EMPRESA

As informações contábeis fornecem cifras e indicadores confiáveis ​​sobre a situação financeira e os exercícios contábeis da empresa, o que facilita consideravelmente a tomada de decisões de gestores e líderes empresariais.

A escrituração não é apenas saber o que está em débito e crédito, ativos e passivos, vai além. É preciso criar estratégias e tomar decisões importantes para a empresa.

Em seguida, consultando a conta do cliente, pode-se ter uma ideia mais precisa sobre os clientes de confiança e os duvidosos. Sem esquecer o seu comportamento em termos de pagamento e métodos utilizados, prazo dos pagamentos, entre outros.

Então, o trabalho do contador permite agrupar todas as atividades comerciais relativas aos fornecedores da empresa, o que permite ter uma ideia precisa dos custos, despesas, para identificar quem está em risco… E assim gerir melhor os custos e manter um bom equilíbrio das contas gerais.

CONHEÇA O ESTADO DAS FINANÇAS DA SUA EMPRESA

Quanto à evolução do volume de negócios, permite identificar as alterações que têm marcado a atividade ou o setor. Por meio do trabalho do contador, os tomadores de decisão podem obter uma imagem precisa das finanças da empresa e identificar itens problemáticos, que podem dificultar a expansão da organização.

Então, a contabilidade hoje continua sendo uma ferramenta para a gestão empresarial e tomada de decisões.

Na verdade, manter as contas em tempo real permite a qualquer gerente de negócios ou gerente ter uma visão global da situação financeira da empresa. Além de calcular custos, monitorar e controlar o fluxo de caixa no dia a dia. Bem como preparar orçamentos futuros em uma abordagem que não é mais reativa, mas bonita e muito voltada para o futuro. Essa é uma das principais vantagens de ter dados contábeis atualizados.

Por fim, para ter uma contabilidade atualizada, é importante recorrer a um contador. Que pode ser consultado a qualquer hora. E em qualquer lugar para ter acesso às informações contábeis quando necessário.

BOM PLANEJAMENTO!

Manter as contas em uma base regular e mantê-las atualizadas permite um melhor planejamento para o futuro. Por exemplo, a contabilidade fornece indicadores sobre a sazonalidade da atividade. O que ajuda a gerir melhor os estoques e o orçamento destinado aos investimentos. De forma a garantir a competitividade e a viabilidade da empresa no mercado. Uma contabilidade bem mantida permite que você conheça seus recursos e centros de custos, bem como a melhor forma de gerenciá-los.

A má gestão das finanças é o principal fator para o fracasso de iniciar um negócio. Este é especialmente o caso de empresários que se encarregam de suas próprias contas. E que, infelizmente, não possuem todos os conhecimentos e habilidades necessárias para mantê-las e geri-las.

USE UM CONTADOR!

Por fim, ao recorrer a um contador que tenha as habilidades, mas também a experiência e as ferramentas necessárias para gerenciar a contabilidade de uma empresa, o diretor da empresa pode dedicar mais tempo aos outros aspectos gerenciais de seu negócio e cuidar mais do crescimento de seu negócio.

Por outro lado, ao solicitar um contador, este passa a ser um parceiro de confiança, com quem podemos contar para  preservar a saúde financeira  da estrutura.

Erros a serem evitados na contabilidade da empresa

Na era digital, o trabalho contábil é muito facilitado graças ao software de contabilidade. No entanto, podem ocorrer erros e exigir que o contador recomece do início. Essa recuperação gera perda de tempo que gera prejuízo financeiro para a empresa. Concentre-se nos erros mais comuns.

1. COMBINAR SUAS DESPESAS PESSOAS E COMERCIAIS

O menor erro é fatal na contabilidade de uma empresa. Por outro lado, o fato de usar sua conta pessoal para fazer a contabilidade da empresa pode distorcer as contas.

2. ADIAR REGISTROS

Apesar de um dia exaustivo repleto de viagens de negócios e compras, não deixe todos os seus recibos no fundo da sacola para guardá-los mais tarde. Eles podem se acumular ou até mesmo se espalhar, não será fácil registrá-los um a um.

3. GASTAR SEM DEFINIR UM ORÇAMENTO

Esse erro é mais comum entre as pequenas empresas e os autônomos. Deve ser evitado porque o planejamento de seu orçamento permitirá que você limite suas despesas e estabeleça suas metas financeiras.

4. NÃO GUARDAR RECIBOS

É essencial guardar todos os recibos porque as despesas comerciais são reembolsáveis ​​e, ao perdê-los, pode perder importantes deduções fiscais.

5. NÃO ADERIR UM SOFTWARE DE CONTABILIDADE PODE GERAR ERROS

Erros de entrada de dados são os mais comuns na contabilidade. Embora eles não possam ser evitados 100%, existem ferramentas que você pode usar para melhorar seus procedimentos e garantir que os erros sejam corrigidos rapidamente.

6. EXTRAVIAR SUAS CONTAS

As faturas representam prova para a administração tributária. É importante mantê-las com cuidado para justificar suas contas durante uma auditoria fiscal.

7. COMETER ERROS NA ENTRADA DE DADOS

A vigilância é importante, pois um erro de entrada, a inversão de números, a inversão entre crédito ou débito, um relatório incorreto ou recopia de dados ou uma leitura errada podem distorcer todas as suas contas. No entanto, uma revisão é necessária após cada entrada.

8. INSERIR DADOS EXTRA

Esquecer um dado é uma fonte de erros que o obrigará a refazer todas as suas contas. No entanto, esse é um erro que pode ser facilmente evitado. Mesmo caso para dados adicionados em excesso após uma manipulação falsa.

Outro erro, muitas vezes cometido, é a omissão ou esquecimento de certos dados. Se o contador considera que tais dados não são importantes e não os incluem. Por outro lado, isso pode se tornar o elemento que falta que levará a refazer todas as contas. Por outro lado, o manuseio incorreto pode fazer com que um contador adicione muitos dados.

9. NÃO CONTAR COM AJUDA PROFISSIONAL

A contabilidade inclui etapas que se beneficiariam em serem realizadas por um profissional, neste caso um contador. Os profissionais podem evitar muitos erros que podem ser fatais para você. Essas etapas consistem em: faturamento, pagamento de funcionários, remessa de impostos, pagamento de adiantamentos, etc.

Na contabilidade, é óbvio que o menor erro é fatal. Portanto, é muito importante que mais do que qualquer pessoa em uma empresa, um contador esteja constantemente vigilante. O erro que os contadores muitas vezes cometem é a falta de expectativa, porque então a empresa se vê incapaz de planejar sua estratégia.

Outro erro fundamental é sentar-se sobre o que você aprendeu e não se atualizar regularmente, e as leis nessa área estão em constante evolução. A perda de faturas também pode prejudicar a contabilidade, assim como usar sua conta pessoal para fazer contabilidade comercial.

POR QUE CONTRATAR UM CONTADOR PARA EVITAR ERROS?

Isso impedirá que você descubra que um cliente não paga pelo seu serviço há 3 meses, por exemplo, e que o seu fluxo de caixa está ruim. Cabe a você definir um horário preciso para cumprir suas obrigações fiscais: durante o dia, a semana, o mês, o trimestre …

No entanto, cabe a ele fazer um plano das obrigações jurídicas e financeiras a que a sua empresa está sujeita: contracheque, declaração de IR, etc. Se não respeitar os prazos, corre o risco de sobretaxas.

Por outro lado, cabe a você saber por quantos anos você deve manter os documentos contábeis ou fiscais, por exemplo.

Um mal-entendido com um fornecedor, um erro no preço de um componente de seu produto pode fazer com que você venda com prejuízo para seus clientes. Uma inadimplência de fluxo de caixa mal antecipada pode colocar sua empresa em dificuldades. Também depende dele pensar em relançar os maus pagadores a tempo.

Por fim, além de manter suas contas e preparar suas contas anuais, ele poderá aconselhá-lo sobre a melhor forma de desenvolver seu negócio.

Como descobrir seu cliente ideal?

Você está tendo problemas para encontrar novos clientes? É difícil para você vender, convencer um cliente em potencial a comprar seus produtos / usar seus serviços? Você fica sem inspiração para criar seu conteúdo e construir sua estratégia de marketing? Você se sente disperso? Comunicar o seu valor é um verdadeiro desafio para você?

Se você respondeu pelo menos “sim” a alguma dessas perguntas… Parabéns, você foi vítima da síndrome do cliente ideal mal definido! Mas não entre em pânico, neste artigo vou mostrar o método passo a passo para encontrar seu cliente ideal.

ENCONTRE SEU CLIENTE IDEAL PARA DESENVOLVER SEU NEGÓCIO COM EFICIÊNCIA

Encontrar o seu cliente ideal não se limita a listar critérios demográficos como o local de residência. Não é apenas um simples avatar (longe disso!).

Com efeito, definir o seu cliente ideal é antes de tudo entrar na sua cabeça, conhecer as suas angústias, os seus medos, o que provoca o estresse diário. Você sabe o que impede o seu cliente ideal de dormir à noite?

“Tenho medo de definir meu cliente ideal e fechar a porta para outros clientes em potencial”

Por fim, o medo de fechar portas por ser muito preciso é algo que surge com frequência. No entanto, asseguro-lhe que não é o caso. Então, entrar em contato com seu público-alvo será muito mais fácil. Será mais fácil atrair clientes em potencial e adaptar seu argumento de venda às necessidades deles.

O MÉTODO PASSO A PASSO PARA ENCONTRAR SEU CLIENTE IDEAL

Se você já tem um negócio, a melhor maneira de definir seu cliente-alvo é usar um cliente para o qual você amou trabalhar como exemplo. Tudo correu tão bem que você percebeu que esse é exatamente o tipo de cliente para quem você poderia trabalhar todos os dias do ano.

Se você nunca conseguiu trabalhar com um cliente que realmente reflita sua imagem ou se ainda não tem um negócio, poderá imaginar o seu cliente ideal. Pense em que tipo de pessoa você gostaria de colaborar? O que você tem em comum? Que linguagem ele usa? Etc.

Uma vez que este ponto de partida seja especificado, você se projetará no lugar deste famoso cliente ideal e seguirá para as etapas seguintes.

DEFINA UMA PERSONA

Começaremos criando um perfil, como uma composição de seu cliente ideal. Este é o exercício mais comum em marketing quando se trata de especificar seu público-alvo de clientes em potencial (aquele que você vê em todos os blogs de marketing etc.). São necessárias as seguintes informações:

  • Nome e sobrenome;
  • Idade;
  • Cor do cabelo e dos olhos;
  • Situação pessoal: Casado? Solteiro? Com filhos? Se sim, quantos?
  • Localização geográfica: em que cidade ele mora? Onde ele trabalha?
  • Receita anual líquida;
  • Profissão;
  • Valores da vida e principais preocupações: Ele está mais particularmente interessado em seu trabalho, sua família, ecologia, viagens, etc.
  • Ocupações, hobbies e paixões fora do trabalho;
  • Ídolos ou mentores;
  • Marcas favoritas de roupas, equipamentos de alta tecnologia, etc.

Este primeiro exercício ajuda você a desbastar o terreno e começar a apreender seu cliente ideal. Mas não para por aí!

Graças aos contornos do perfil de cliente que você desenhou, agora você tem a base para realizar o exercício de projeção real. O objetivo agora é se colocar no lugar do seu cliente ideal, pensar como ele. Basta responder às seguintes perguntas o melhor de sua capacidade, colocando-se no tênis de seus clientes-alvo (e não no seu).

O método é imitar uma entrevista.  Se você ficar preso em uma questão, pode passar para a próxima. Mas acima de tudo, não desanime!

IDENTIFIQUE OS PROBLEMAS DO SEU CLIENTE

Aqui está o primeiro bloco de perguntas a serem respondidas, para entender os medos, os freios, os elementos que estressam seu cliente ideal:

  • Do que ele secretamente tem medo na vida?
  • O que o preocupa e o impede de dormir?
  • O que o estressa no dia a dia?
  • Em seguida, qual é a pior coisa que pode acontecer com ele na vida?
  • Como ele teme que as pessoas ao seu redor reajam se isso acontecer com ele?
  • Se a situação persistir ou piorar, quais serão as consequências em sua vida?
  • Então, sobre quais aspectos de sua vida ele perderia o controle?
  • Se o dinheiro não fosse um problema, o que ele compraria para resolver essa situação

Por fim, se você oferecer uma atividade de serviço, será bastante fácil. O objetivo é, portanto, entender o cenário de desastre do seu cliente ideal. Você pode então passar para o segundo bloco de perguntas, que ajuda a determinar as ambições, os sonhos e a situação ideal do seu cliente potencial.

DEFINA COMO RESOLVER OS PROBLEMAS DELE

O objetivo é estabelecer uma projeção positiva ao imaginar a situação em que seu cliente ideal resolverá todos os seus problemas:

  • Como ele gostaria que sua vida fosse? Qual é a sua situação ideal? Qual seria a solução incrível e ideal pela qual ele pagaria qualquer preço?
  • Se essa solução perfeita existisse, o que isso mudaria para ele?
  • Em seguida, como as pessoas ao seu redor reagiriam se ele conseguisse resolver seu problema?
  • O que ele seria capaz de ter, fazer ou alcançar se sua situação ideal se tornasse realidade?

Por fim, se você não puder responder a todas as perguntas na primeira vez, tudo bem. O objetivo é que você comece a direcionar e compreender o pensamento do seu cliente ideal. Portanto, treine você mesmo. Você verá que aos poucos as coisas vão se desbloqueando e você finalmente encontrará seu cliente ideal.

Se você vai abrir empresa ou precisa regularizar o seu negócio, entre em contato conosco.

Negócio Online: como ter sucesso?

Começar uma pequena ou micro empresa e desenvolver seu negócio online com sucesso não é uma tarefa fácil. Começar um negócio não é garantia de sucesso. Na verdade, muitas pequenas empresas não sobrevivem ao seu quinto mês.

Mas não perca as esperanças! Então, existem técnicas para melhorar as chances de sucesso do seu negócio. Este artigo oferece formas de garantir o sucesso do seu negócio com conselhos práticos para a sua implementação no seu dia a dia.

1. COMECE LENTAMENTE SEU NEGÓCIO ONLINE

A causa mais importante de falhas para empresas muito pequenas são as grandes despesas gerais no início do projeto.

Os empreendedores de sucesso são tudo menos os grandes corredores de riscos que a mitologia popular costuma nos fazer acreditar.

Esses empreendedores são mais predatórios, minimizando riscos e agindo nos momentos mais oportunos.

Para isso, nada como um bom planejamento financeiro incluindo todos os valores relativos ao seu projeto. Este é o primeiro passo para um negócio de sucesso: compilar todos os elementos financeiros que compõem o seu projeto e determinar com precisão suas necessidades de financiamento.

Por outro lado, cuidado, porque nesta fase, tendemos a superestimar nossas vendas e a subestimar nossos custos! Você tem uma boa ideia de seus custos reais?

Ter uma visão clara de seus compromissos financeiros, avaliar seus custos e margens e medir seu desempenho com indicadores são todos caminhos para colocar todas as chances a seu lado!

2. CONHEÇA SEU MERCADO

Sucesso em uma empresa muito pequena – conhecendo seu mercado. Antes de entrar direto no seu negócio e para ter sucesso no seu negócio. É importante conhecer o seu mercado-alvo e fazer um plano de negócios.

Ou seja, você tem que estudar o ambiente do seu projeto e planejar sua evolução. Por outro lado, seja minucioso, para antecipar os pontos fortes e fracos e as oportunidades de mercado de seu futuro projeto. A fim de ser capaz de retificar sua oferta, se necessário.

Por outro lado, a pesquisa de mercado permite coletar e analisar as várias informações relativas ao seu projeto e colocá-lo em seu contexto antes de começar.

É importante estudar seu negócio online, ou seja, estudar seu mercado-alvo de acordo com o serviço ou produto oferecido.

Então, tente imaginar os diferentes cenários possíveis: a evolução do mercado, as vendas esperadas, os preços que serão cobrados e o volume de negócios esperado, de forma a visar a renda o mais próximo possível.

Acima de tudo, lembre-se de praticar a inteligência competitiva: é assim que você poderá conhecer a estratégia de seus concorrentes em suas práticas comerciais.

Por fim, procure obter o máximo de informações possível sobre seus preços, sua participação no mercado e também sobre sua estratégia de marketing (em particular, como se dão a conhecer aos clientes).

3. CONHEÇA SEU AMBIENTE

O desempenho de uma empresa também vem da compreensão de seu ambiente e de sua capacidade de adaptação a ele. O meio ambiente são todos os atores externos à empresa que podem afetar a maneira como ela desenvolve suas trocas com o mercado.

Por outro lado, o ambiente de mercado é composto por obrigações legais, fornecedores, concorrentes, clientes e o sistema administrativo e bancário que influenciam diretamente no seu projeto.

É importante conhecer as obrigações legais relacionadas ao seu projeto para determinar a viabilidade de seu projeto. Você também se beneficiará de um bom conhecimento da organização do mercado e da posição da empresa em seu ambiente econômico.

Além disso, será necessário definir a sua área de influência (ou seja, a área geográfica de influência, de onde provém a maioria dos clientes). Será necessário estudar os perfis dos clientes, suas expectativas e os entraves do mercado.

4. OFEREÇA UM SERVIÇO DE QUALIDADE

Cada empresa que oferece um produto ou serviço de qualidade será reconhecida por seus clientes e o “boca a boca” terá um efeito muito positivo no sucesso do seu negócio.

No entanto, basta uma queda na qualidade do seu serviço e haverá um impacto imediato nos seus clientes; estamos muito familiarizados com o ditado que diz “um cliente satisfeito fala para 2 pessoas; um cliente insatisfeito conta a 10 pessoas sobre isso”.

Mesmo empresas de sucesso podem perder clientes e lucros ao reduzir a qualidade em favor da quantidade.

No entanto, os clientes que estão acostumados com um certo nível de qualidade se acostumam com esse nível. Eles esperam ter um nível de satisfação alto e desejam o melhor. Sem inovação (produto-serviço), 30% de seus clientes “satisfeitos” o deixarão a cada ano. Fazendo uma pequena empresa – forneça e mantenha um serviço de qualidade.

5. OUÇA SEUS CLIENTES NO SEU NEGÓCIO ONLINE

Por fim, ouvir os seus clientes e o mercado é o que lhe permite ser inovador, permite fidelizar os seus clientes e ter sucesso no seu negócio. Você não deve ignorar seus clientes e dizer a si mesmo que encontrou o serviço ou produto certo e não inova mais.

Por fim, os clientes são os jogadores que o poderão orientar no sentido das suas expectativas. E é estando o mais próximo possível do seu mercado que poderá oferecer a melhor oferta de serviço que será a solução mais procurada pelo mercado.

98% dos clientes insatisfeitos que o deixam nunca compartilham sua insatisfação. Portanto, tente fazer um estudo de satisfação do cliente ou peça sua opinião após uma compra.

Se você está pensando em abrir seu Negócio Online e precisa de auxílio? Fale conosco, nossa equipe está preparada para atender o seu negócio!