Saiba porque o Departamento Contábil é um dos mais importantes

Departamento Contábil é um dos mais importantes, pois é justamente ele que compila a documentação e também fiscaliza o bom andamento das outras áreas, pois todas as seções são intimamente relacionadas. É importante mencionar que é neste departamento que são apurados os lucros ou prejuízos, bem como os rendimentos que servirão de fonte para o patrimônio pessoal do empresário, pois a Receita Federal faz cruzamento de dados e também analisa a Variação Patrimonial de cada um. Portanto, seriam muito importantes os seguintes hábitos:

  1.  Nunca misturar a conta pessoal (pessoa física) com a conta empresarial (pessoa jurídica) para não haver confusão de patrimônios;
  2.  Controlar rigorosamente as contas a pagar e a receber, pois os relatórios contábeis oferecem um retrato do patrimônio da empresa;
  3.  Todas as compras e despesas devem estar comprovadas por documentos idôneos. SEMPRE peça notas fiscais ou recibos em nome de sua empresa, por todas as despesas que forem efetuadas por ela e SEMPRE escreva no verso da nota fiscal, recibo ou conta o número do cheque usado para pagamento ou se foi pago em dinheiro ou cartão de crédito da empresa
  4.  Antes de efetivar a compra de veículos, máquinas, instalações ou móveis em nome da firma ou dos sócios, convém consultar o contador para saber sobre a documentação legal e também sobre a situação patrimonial da empresa e do empresário para saber se é possível fechar o negócio de acordo com as exigências do fisco.

Nossa Contabilidade está localizada em Teresina, entre em contato conosco.

O que é um contador, para que ele serve e por que ele é necessário?

3Os contabilistas (contadores e técnicos) legalmente habilitados a desenvolver atividades nesta área são somente aqueles que tiverem registro ativo e regular no Conselho Regional de Contabilidade de seu respectivo Estado, e são importantíssimos para seus negócios porque a missão deles é analisar diariamente a avalanche de Leis, Decretos, Portarias, Comunicados, Medidas Provisórias e Instruções Normativas emitidas pelos três níveis de governo (União, Unidades da Federação e Municípios) e também pelas entidades reguladoras (secretarias, diretorias, divisões, etc.) para que sua empresa sempre trabalhe de acordo com as disposições legais e com base em análises e tenha os custos tributários operacionais justos. O Contador não é, como muitos pensam e alguns trabalham deste modo, apenas um intermediário que somente lança sua notas e calcula os impostos, e sim, um indispensável parceiro, um profissional experiente e dedicado a orientar sua clientela, os empresários, com base nas demonstrações contábeis formuladas. Aí está a importância de sempre ser assessorado por um bom contador, até antes de montar a empresa.
Nossa Contabilidade está localizada em Teresina, entre em contato conosco.

Veja os benefícios de legalizar uma empresa

Ao longo dos últimos anos, o número de microempreendedores individuais vem crescendo em grande proporção no Brasil. Em 2012, o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) fez uma projeção de que neste ano já seriam mais de 4 milhões de optantes pelo modelo e essa previsão está se concretizando. São profissionais autônomos e microempresários, que antes trabalhavam na informalidade e decidem legalizar suas atividades, incentivados, principalmente, pelos benefícios dos quais passam a desfrutar diante de sua nova condição.
Introduzido pela Lei Complementar 128/08 e inserido na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei Complementar 123/06), que possibilita a formalização de empreendedores por conta própria, o MEI foi criado em julho de 2009. Um microempresário individual não pode ter sócios, pode ter, no máximo, um funcionário e deve ter uma receita bruta anual de até R$ 60.000,00.
O MEI está enquadrado no sistema de tributação do Simples Nacional, ficando isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Paga apenas o valor fixo mensal de R$ 37,20 (comércio ou indústria), R$ 41,20 (prestação de serviços) ou R$ 42,20 (comércio e serviços), que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS. Essas quantias são atualizadas anualmente, sendo alteradas de acordo com a variação do salário mínimo. A taxa corresponde a 5% do valor do salário.
Características e restrições do MEI:

  • A receita bruta anual deve ser de até R$ 60.000,00 ou R$ 5.000,00 por mês.
  • A atividade da empresa tem que se enquadrar no Simples Nacional.
  • Não é permitido possuir empresa em seu nome, nem participar de outra empresa como sócio.
  • Só é possível ter um único estabelecimento.
  • É permitida a contratação de somente um empregado, que receba salário mínimo ou piso da categoria.
  • Só é permitido que sejam abertos negócios em que as atividades constem na lista de atividades permitidas.Clique aqui para conferir a lista.

Alguns benefícios para o Microempreendedor Individual:

  • Feito o registro da empresa, o empreendedor passa a ter CNPJ, possibilitando a abertura de conta em banco e o acesso a crédito com juros mais baratos.
  • O empreendedor poderá ter endereço fixo para facilitar a conquista de novos clientes.
  • Cobertura da Previdência Social para o Microempreendedor Individual e para a sua família. Clique aqui para saber mais.
  • Possibilidade de negociação de preços e condições nas compras de mercadorias para revenda, com prazo junto aos atacadistas e melhor margem de lucro;
  • Emissão de nota fiscal para venda para outras empresas ou para o governo.
  • Confira a lista completa de benefícios clicando AQUI.